X Course Advisor FREE Course Advisor
(Close)
Watch Tutorials
macProVideo.com
Close
Entrevista Exclusiva: Michael Wohl (Um dos Designers Original do FCP) fala sobre o Final Cut Pro X
Traduzido pelo Google Translate

Amá-lo ou odiá-lo, da Apple Final Cut Pro X

Nesta entrevista exclusiva função e guia para Final Cut Pro X, Michael Wohl fala sobre:

  • His recent and current video production work 
  • How he helped shape the original Final Cut Pro & his work at Apple
  • His favourite features of Final Cut Pro X 
  • The future of Final Cut Pro X and Video Production
  • Missing features in the new Final Cut Pro
  • His teaching ethos & why his new macProVideo.com FCP X Tutorial-  Videos are essential viewing

E agora, a entrevista ...


RS: Olá Michael, bem-vindo ao The Hub! Agradecimentos para tomar o tempo para fazer esta entrevista.

MW: Obrigado. Grande estar aqui.


RS: Conte-nos sobre que tipo de vídeo baseado em trabalho que você faz.

MW: Claro. Ive sido envolvido em uma série de projetos diferentes ao longo dos últimos 20 anos. De escrever e dirigir filmes Indie para a edição comercial para ambos os web e projetos teatrais. Im realmente embarcar em um projeto novo documentário isso é chegando no próximo par de meses que está indo ser sobre Ethiopias transformação agrícola. Que vai ser um projeto de cinco anos.

Eu principalmente escrever, produzir, dirigir e editar e para diferentes projetos Ill fazer diferentes combinações dessas coisas. Por cerca de 5 ou 6 anos eu estava trabalhando principalmente como um editor para contratar e então eu finalmente mudou-se para focar em meus próprios projetos e eu abri minha própria empresa de produção e fez muito mais produção e direção de meu próprio trabalho. Então eu parei de fazer um monte de edição comercial, mas ainda fazer muito por conta própria e para os amigos e quais não.


RS: Não tenho uma preferência para o tipo de projectos de vídeo que você trabalha?

MW: Bem, isso é uma pergunta difícil. Eu realmente não tenho uma coisa específica. Em termos de o que eu escrevo, a sua, geralmente, mais na comédia independente, lado drama independente das coisas. Em geral eu gosto de trabalhar em coisas que me engajar e as coisas que eu posso acreditar que dentro Para não-ficção trabalho documental, especialmente, é importante para mim que eu acredito no projeto e seu trabalho não apenas algumas empresas para contratar. No começo da minha carreira eu fiz um monte de trabalho de formação para a Chevron fazendo vídeos do posto de gasolina de segurança e coisas assim. Eu tento evitar esse tipo de coisa nos dias de hoje e ficar com algo mais investiu em Im emocionalmente.


RS: Claro. Conte-nos mais sobre esse documentário que você está trabalhando atualmente.

MW: O país da Etiópia está passando por uma transformação radical onde eles estão tentando reformular todo o seu sistema agrícola, basicamente, aprender a alimentar o país melhor. Você sabe o seu sido um país muito pobre por muitos anos e theyve se esforçado agricultura e politicamente. A Fundação Gates tem estado fortemente envolvida na tentativa de transformar o seu sistema agrícola. Tudo, desde os agricultores usam tecnologia no chão à educação, melhoria das técnicas de irrigação, tanto comercialmente quanto em nível residencial. Então há uma necessidade de melhorar a infra-estrutura, a fim de ajudar a obter colheitas aos mercados. Por exemplo, há estradas pobres em áreas onde as pessoas demoram 8 ou 10 horas para começar as suas culturas para o mercado. Com melhores estradas podiam estar lá em 30 minutos e que tem um enorme impacto sobre a sua subsistência.

Esta transformação, deve ir com sucesso, eu acho que não terá impacto apenas o sector agrícola, mas ele realmente vai elevar todo o país de uma forma dramática. A esperança é que se este projecto-piloto tiver êxito, ele pode ser implementado em outros países do Terceiro Mundo na África e em todo o mundo.


RS: Você está dirigindo, filmagem e produção deste documentário?

MW: Weve começou uma incrível academia-nomeado DP, Vicente Franco, que está envolvido. Eu tenho um parceiro de produção e, em seguida, Ill, provavelmente, produzir e dirigir e fazer alguma filmagem. Mas também estavam trabalhando em conjunto com uma empresa de produção local etíope thatll nos ajudando em todos os aspectos dela também.


RS: Excelente. Você vai fazer qualquer edição do mesmo?

MW: Bem, veja. Ill provavelmente fazer uma quantidade justa de mim mesmo a edição, na verdade. Deliverables Therere diferentes. Ia ser giro em vídeos provisória para a Fundação Gates para mostrar como estavam progredindo. Como o seu projeto a 5 anos, bem apresentaria alguns vídeos sumário provisórias e alguns vídeos da web para colocar em seu site para mostrar os sucessos. Ao mesmo tempo temos a meta de longo prazo de criar um documentário longa-metragem sobre toda a experiência e sobre as ONGs ocidentais entrar em países do Terceiro Mundo e tentando ajudar. Honestamente, nesta fase, não temos idéia do que o tema do documentário de longa-metragem será, mas esperamos reunir material suficiente para criar um documentário muito interessante e poderoso.


RS: Isso soa como um projeto fascinante para ser envolvido em! Mas a grande questão é: o que você estará usando para editar o filme?

MW: (Risos) Bem, veja! Ao longo dos próximos cinco anos therell ser algumas grandes mudanças no mercado ... Estavam conversando sobre as diferenças, presumivelmente com a nova versão do Final Cut Pro X isso é apenas sair? Sua um pouco difícil dizer se este software vai ser à altura da tarefa de um documentário que está indo para ter milhares de horas de filmagens e várias pessoas a trabalhar nele ao mesmo tempo. No entanto, ao longo dos próximos anos eu espero a Apple para atualizá-lo e melhorá-lo e imagino que, eventualmente, ele certamente será.

Shot from Michael Wohl's FCP X Training at macproVideo.com

Tiro de treinamento Michael Wohl X FCP em macProVideo.com.


RS: Eu acredito que você trabalhou na criação do corte original Final? Você pode nos dizer mais sobre o seu envolvimento no seu desenvolvimento?

MW: Eu era realmente o segundo cara contratado para trabalhar na parte de trás Final Cut equipe em 1995. Eu estava trabalhando na Adobe com o engenheiro, Randy Ubillos. Ele era basicamente trazidos para Macromedia para criar uma marca nova ferramenta de vídeo e ele imediatamente entrou em contato comigo e perguntou se eu queria vir e ajudar a projetar este novo software (FCP).

Originalmente o meu trabalho foi como uma empresa local de produção de vídeo dentro Macromedia para fazer projetos, testar o software e dar feedback sobre como as coisas devem funcionar eo que faria a melhor ferramenta. Eventualmente, que cresceu em um trabalho onde eu estava na maior parte projetar o software ... Quero dizer que era uma grande equipe e eu era um de um grupo de pessoas. Eu estava fazendo um monte de mock-ups da interface e com foco na interação. Ou seja, para decidir sobre o que a experiência do usuário precisava ter para cumprir determinados objectivos. Assim, como o software amadureceu Eu me mudei para lidar com áreas de formação e fiz todos os demos iniciais para todas as feiras. Então eu fiz toda a formação interna na Apple e então eu estava envolvido em alguns dos primeiro treinamento externo disponível para usuários finais e para os formadores.


RS: Então, durante esse período a Apple comprou o Final Cut da Macromedia. Quanto tempo você estava envolvido no Final Cut da Apple?

MW: Bem, eu nunca esperava ficar. Quando eu cheguei em em 1995 eu perguntei Randy quanto tempo levaria, e ele era como, "Oh, ele deve nos levar cerca de um ano.". Eu pensei OK, eu poderia levar um ano longe do meu cinema e ir trabalhar neste software. (Risos) E depois ao longo dos próximos cinco anos, eu estava realmente feliz por estar envolvidos. Mas antes de tudo era um processo muito cansativo e difícil. Em segundo lugar, eu nunca quis ser permanentemente no software. Eu sempre quis voltar para fazer filmes que eu prometi a mim mesma, logo que nós lançamos a versão 1 Id sair e voltar para

Remember this? The Final Cut Pro 7 interface

Lembre-se disto? O Final Cut Pro 7 interface.


RS:

MW: Bem, é importante dizer que o Final Cut Pro X não é uma nova versão do Final Cut. Chamá-lo de que é não entender tudo sobre ele. É uma peça nova marca de software. Tanto que na minha humilde opinião, acho que a Apple wouldve teve um melhor tempo desta se eles simplesmente chamaram algo completamente novo. E eu acho que a reação do público seria mais uniformemente grande. Agora estavam vendo uma reação muito misturado.

Não fazem nenhuma dúvida sobre isso, Final Cut Pro X é uma espantosa peça de software. Há toneladas de características muito legal, e eu vou te contar uma sobre um casal de entes específicos em um segundo. Eu acho que há um problema de expectativa, onde as pessoas querem pegar exatamente onde Final Cut 7 parou e você começou a perceber que era um pedaço de 10 anos de idade de software que nunca iria sobreviver mais 10 anos. Ele precisava ser reinventado. E eu acho que eles fizeram uma coisa ousada e difícil de fazer essa reinvenção completa. Theres inevitavelmente vai ser um monte de decepção junto com muita emoção.

Dito isto, acho que há muito poucos realmente agradável, os novos recursos do Final Cut Pro X. Eu não estou referindo-se ao óbvio, os chamativos, como o modo como as coisas Magnetic Timelinethe mover fora do caminho quando você arrastá-los aroundIm realmente não impressionado com isso. Eu quero dizer é legal e parece bem e para alguns editores itll impedir um certo número de erros. Mas uma característica que eu amo usar na realidade é Auditions, onde você pode pular várias versões de um único tiro ou múltiplos efeitos em um único tiro e você pode facilmente trocar os para fora da direita no meio de uma edição. Alguns dos efeitos de áudio que foram adotadas a partir de Lógica e que estão integrados em Final Cut Pro X são uma grande melhoria.

FCP X's new Auditions feature

Auditions novo FCP X do recurso.


Eu também acho que a arquitetura de metadados em geral é grande. Eu tenho sentimentos mistos sobre isso, porque há certos aspectos que são incrivelmente poderoso e fácil e realmente vai melhorar a experiência do usuário. Ao mesmo tempo, existem outros aspectos dele que está indo para forçar os usuários a fazer um trabalho mais adiantado. Você sabe se você não entrar um monte de metadados: notas, informações e descrições de cena, em seguida, a sua vai ser muito mais difícil de trabalhar com a mídia em Final Cut Pro X, especialmente em grandes projetos. Mas se você digitar todos os dados, as coisas vão ser muito agradável e suave.


RS: No meu tempo limitado o uso e teste de Final Cut Pro XI vê-lo como uma plataforma na qual a Apple é provável que construir para o futuro. Você sente que FCP X tem um futuro brilhante para ambos os novatos e os usuários pro da mesma forma?

MW: Eu certamente espero que sim. Theres certamente um monte de trabalho que Apples vai precisar fazer para trazer este até a lista de recursos e nível de experiência do usuário do FCP 7. Que realmente pegou a 15 anos (incluindo o tempo de desenvolvimento) de ajustes, requinte e recebendo todas as nuances pouco à direita e fazer a experiência do usuário inigualável. FCP X doesnt tem tudo o que ainda, e seu vai precisar de algum tempo para crescer nesse nível.

The new Graphic EQ in FCP X

O novo Graphic EQ no FCP X.


Dito de outra maneira, X FCP vai ser incrivelmente útil e vai ser tudo o que você gostaria para um bom 70% dos usuários lá fora. Para as pessoas migrando do iMovie, novas pessoas para edição de vídeo, as pessoas trabalhando em projetos simples, onde eles precisam de maneira rápida e fácil obter a sua edição feita, esta vai ser uma ferramenta incrível desde o primeiro dia.

Para as pessoas fazendo mais grave projetos profissionais, a sua ainda perto bonita. Você sabe, não é longe. Mas existem alguns obstáculos reais para que seja até o nível do Final Cut Pro 7.


RS: Você pode descrever alguns desses recursos actualmente em falta para nós?

MW: Bem, theres grande e há pouco. Características Therere enorme como multicam, mixagem de áudio, sendo capaz de ver o espectador ea tela, ao mesmo tempo, que fornece todos os tipos de benefícios para um editor profissional. Therere também muitas coisas pequenas que têm um grande impacto. Por exemplo, a maneira mais simples de entrada e saída pontos são marcados. O fato de que eles abandonaram o termo em e Out pontos. Eu acho que fundamentalmente apenas precisa ser corrigido. Precisamos ser capazes de ver as marcas no clipe e guardam as marcas quando você alternar de um clipe para outro. Outro descuido é com a organização. Agora, você não pode apenas fazer uma pasta simples de clips. É algo fundamental. Você pode criar uma pasta, se você usar todas as palavras-chave e as coleções muito legal inteligente e essas ferramentas automáticas. Aqueles todo o trabalho muito bem. Mas algo tão simples como fazer uma pasta e colocando um monte de clipes nele, você não pode fazer isso.

Sua algumas pequenas coisas que eu acho estranho que estão faltando. Theyre não lidar disjuntores, como tal, mas eles podem impactar a experiência de edição do dia-a-dia. Algumas destas características são minúsculos sobre a migração do FCP 7 e se acostumar a uma nova forma de trabalhar. Mas outros não são, por exemplo, alguns dos atalhos de teclado que tirou e outros que mudaram theyve vai tornar mais difícil para as pessoas a migrar do FCP 7.


RS: Mas no FCP X você pode personalizar seus atalhos de teclado. De que forma tem esta característica mudou para FCP 7 usuários?

MW: Sim, você pode. Mas existem alguns que não podem ser personalizados. Por exemplo, o F-keys (teclas de função) não estão disponíveis por mais tempo. Além disso, existem teclas que fazer várias coisas. Por exemplo, a tecla U que alterna entre a entrada ondulação, rippled ferramentas saída and roll está desaparecido. Isso pode soar como uma coisa pequena, mas a sua realmente uma característica muito bom ser capaz de tocar uma única tecla e alternar entre os três atalhos. Em Final Cut X existem 3 chaves separadas para essas funções e assim não há nenhuma forma de mapear isso para o velho modo de trabalhar. E há uma série de coisas parecidas como essa.

Apesar destas pequenas coisas, milhões de pessoas vão usar esse software. E eu quero dizer que FCP X tem algumas características muito legal e é realmente uma incrível peça de software. Há lacunas, com certeza. Minha intuição é que a identificação dessas deficiências não significa necessariamente que não devemos usar FCP X, mas isso significa que precisamos estar cientes de que existem atualmente algumas limitações.


RS: Do meu ponto de vista, talvez a Apple está olhando para um futuro muito distante da velha situação no mundo da edição de vídeo. Talvez um futuro onde as grandes empresas (vídeo) de produção não tem uma voz tão dominante como edição de vídeo é abraçado mais e mais pelo consumidor ou mercado prosumer. Você sabe, as pessoas colocando coisas fora no YouTube e criação de conteúdo independente grande para projetos menores.

MW: Concordo em absoluto. Eu não acho que os editores de vídeo profissional está indo para ir embora, mas eu acho que a maior parte grande do mercado vai ser esse espaço de gama média, onde as pessoas estão a criar de alta qualidade (vídeo), mas theyre não fazê-lo em um ambiente profissional . Como a tecnologia se torna mais simples e mais accessibleliterally iPhone todos tem uma câmera de vídeo HD em ITSO todo mundo vai estar lidando com o vídeo que por sua vez requerem uma certa quantidade de edição. Você precisa organizá-lo e, a fim de apresentá-lo theres trabalho que você precisa fazer. Então, ter uma ferramenta que é acessível a esta ampla gama de pessoas, e ainda dá o suficiente das ferramentas profissionais que podem dar grandes resultados, é uma idéia realmente brilhante em nome Maçãs.

Há um quadro maior por trás de tudo isso também. A ferramenta não é o ponto. O ponto é a narrativa e utilizando a ferramenta para comunicar o conteúdo do seu vídeo. Você pode fazer grande


RS: Bom, falando sobre

MW: Obrigado. Eu ensino na Universidade da Califórnia e tem ensinado seminários para uma dúzia de anos ou mais e Im um professor muito apaixonados em geral. Im sempre muito entusiasmados com o que estou interessado e sempre que estou descrevendo algo que eu sempre tentar se comunicar de uma maneira que eu acho que vai ficar. Para mim isso significa que os detalhes técnicos e os nomes dos comandos, embora muito importante, não é a coisa mais importante para um aprendiz. Realmente o que você precisa é entender por que você está fazendo o que você está fazendo. Você precisa ter uma noção dos objetivos sob a tarefa. A verdade é que você pode sempre voltar e rever a instruções passo a passo novamente.

null

Final Cut Pro X 101 - Visão Geral e Guia de Início Rápido


Se youve sáb. a 6 ou 8 horas de treinamento e obteve todas as informações que, a sua vai ser difícil de lembrar de cada detalhe do que ver primeiro. Então o que eu tento fazer é Im certeza comunicando o suficiente desses elementos-chave que são o porquê você está fazendo isso. Então, quando você sair para seu próprio sistema para ir e fazer seu próprio filme você pode não lembrar o nome exato do controle ou o passo, mas, você vai lembrar há uma maneira de fazer isso ... e que tinha algo a ver com isso. Thatll ajudá-lo a encontrar o seu caminho no software ou você pode rever o vídeo para voltar a esse ponto um. Mas, se eu apenas dar-lhe uma lista de comandos e 3000 que fazem e como eles fazem isso como um monte de vídeos de treinamento para fora lá, eu sinto tanto ela só vai entrar por um ouvido e sai pelo outro.


RS: Muito interessante! Im olhando para a frente a cavar mais de seus tutoriais FCP X em macProVideo.com. Você pode nos dar qualquer informação sobre o que podemos esperar para ver nos títulos?

MW: Claro. Começamos com uma Visão geral de 1 hora grátis longo que cobre todo o software do começo ao fim: de começar a saída de um filme e isso é um módulo livre que qualquer pessoa pode assistir a qualquer momento. A sua não é apenas uma demo, a sua realmente concebido para lhe dar uma sensação de muito do que você precisa saber para começar. Mas, claro, não theres espaço para entrar em toda a profundidade e todos os elementos ricos do FCP em que X introdução em primeiro lugar.

Então eu entro em uma extensa descrição de começar as suas filmagens para o software e organizá-lo. Esta é uma das grandes vantagens do FCP X: Media Management e os metadados organizacional baseada em características isso é construído para a direita dentro

null

Final Cut Pro X 102 - Media: Ingerir e Organização

Em seguida é edição na Timeline Magnetic que realmente cobre todos os fundamentos de filmagem edição, recebendo-o em seus projetos e movendo informação para ajudar a construir seus projetos e fazer o seu cortes brutos.

null

Final Cut Pro X 103 - Edição na Timeline Magnetic


Em técnicas de edição avançadas , é muito mais sobre o ajuste fino e corte e é onde também foram indo cobrir alguns dos recursos novos, como Auditions, clips Compound e dicas relacionadas. Trabalhando com Áudio é o próximo módulo e isso realmente está acontecendo para cobrir todos os featuresand edição de áudio, existem muito poucos excelentes acessórios de áudio no FCP X. Então, vamos para títulos, efeitos e composição . De corte, ajustando imagens, enquadrando-chave e movê-los ao redor da tela para usar todos os filtros que são internos e todos os títulos que vêm com o software e geradores, etc

Então, Ive separados Técnicas de correção de cor em seu próprio módulo. Isso vai ser um pouco menor do que alguns dos outros, mas é muito rico, porque os recursos de correção de cores são muito legais e poderoso. E, finalmente, muito bem acabar com Exportação e partilha do seu trabalho , que inclui algumas dicas e truques de gerenciamento de mídia, também.


RS: Isso é incrível. Eu não posso esperar para terminar de assistir a este FCP série X! Obrigado por isso em profundidade caminhar através de seus vídeos de tutorial.

Parece que você está realmente ocupado produzindo vídeos de treinamento para macProVideo.com, gestão de uma empresa de produção, fazendo muito trabalho de filmar, escrever, dirigir, editar, livros de autoria de cursos para a Apple ... Você obter qualquer tempo livre? E se você fizer como você gostaria de gastá-lo?

MW: (risos) Bem, a verdade é que meu trabalho é muito esporádica. Eu passar por períodos em Im super, super ocupado e períodos em que eu tenho muito tempo livre. Quando eu tenho o tempo que eu certamente gostaria de viajar. Eu realmente gosto de viagens internacionais e tentar fazer isso quando eu posso. Eu tenho todos os tipos de outros hobbies e outras coisas, você sabe, eu pinto e amo cozinhar e eu cozer o pão. Coisas legais assim. (Risos) Todos os tipos de outras atividades ao ar livre, também.


RS: Muito obrigado pelo seu tempo, Michael. Tem sido um verdadeiro prazer falar com você.

MW: Thank you!


Junte-se FCP X Expert, Michael Wohl , e aprender o Final Cut Pro X dentro para fora com estes tutoriais .

Rounik Sethi

Rounik Sethi | Articles by this author

Rounik is the Executive Editor for Ask.Audio & macProVideo. He's built a crack team of professional musicians and writers to create one of the most visited online resources for news, review, tutorials and interviews for modern musician and producer. As an Apple Certified Trainer for Logic Pro Rounik has taught teachers, professional musicians and hobbyists how to get the best out of Apple's creative software. He has been a visiting lecturer at Bath Spa University's Teacher training program, facilitating workshops on using music and digital media tools in the classroom. If you're looking for Rounik, you'll most likely find him (and his articles) on Ask.Audio & macProVideo.com.

Comments

Jun 24, 2011
macscoop
Hi Both,

What a fine, sensible and reassuring discourse on the new Final Cut Pro X compared with the diatribes on the Mac App Store.

We have a long way to go before we can rate the new software.

I have a sneaking feeling that the "professionals" are worried that we ordinary guys will be able to produce stunning output.

After all it is a good idea, good photography, a good story and NOT the software which makes a great film.

Regards,

Norman MacPhee
Jun 24, 2011
-M
I think this statement sums it up well:

"I don’t think professional video editors are going to go away"
Yes they will and already have.

"but I do think that the big bulk of the market is going to be that mid-range space where people are creating high quality (video) but they’re not doing it in a professional environment. As the technology gets simpler and more accessible—literally every iPhone has an HD video camera in it—so everyone is going to be dealing with video which will in turn require a certain amount of editing. You need to organize it and in order to present it there’s work that you need to do. So having a tool which is accessible to this wide range of people, and yet gives enough of the professional tools that can give great results, is a really brilliant idea on Apple’s behalf."

Yep, that's it folks! FCPX is consumer crap.
This is pure arrogance and ignorance on the part of Apple looking to generalize a product that isn't meant to be generalized.

Didn't anyone ever tell you that "specialists" are highly sought after and vastly more successful? We'll that used to be pull of FCP. Now we have iMovie Pro (or whatever you wish to call this) for the generalists. This is a failure app if intended as a successor to FCP, and its a success if intended as a hobbyist prosumer version to iMovie. Depends how you look at it.

Apple! Please sell off FCP to someone who will actually continue to specialize in professional video suites! They would have a huge and immediate market share, ecosystem and following. Then after you do, change the name of this to iMovie Super-Duper-Kazamo-Whamo or whatever delights you're iMovie desires.
Jun 24, 2011
Rounik


"I don’t think professional video editors are going to go away"
'Yes they will and already have.'
- I think you misunderstood what Michael was saying. i.e. Pro Editors, although small in market share, will always be around. Not that they will or won't stick with FCP X.

Give FCP X some time to mature and develop. It is a completely brand new piece of software. For 90% of video editing population it does almost everything that is required. Also remember that it took many years before the original Final Cut was deemed ready to be used in "professional" broadcast production suites, it wasn't adopted overnight after it's 1.0 release as the pro standard. FCP X (or iMovie Pro as you call it) needs more time for Apple to implement certain features, as Michael points out, before we can fully judge it.

That's my opinion.
Jun 24, 2011
BertCast
Reminds me of this cartoon on toothpastefordinner:

http://www.toothpastefordinner.com/062111/can-you-fax-it-to-me.gif

I appzapped my FCStudio, the future is here.
Jun 24, 2011
BertCast
It is amazing how so many "experts' have such blatant hatred for an app that has been out for 2 days!! What is up with that? Who are these people?


Jun 25, 2011
-M
Bert, are you a pro user yourself or just a casual hobby editor who has very little hands on use with (the now old) FCP?

If the answer is "no" then you really don't have any idea what we're up in arms about, but I assure you its a valid upset.

Are you an iMovie user?? If you are, you are sure to LOVE this new app. This app is an iMovie upgrade, not a FCP upgrade.
Jun 25, 2011
Rounik
@ -M,

I can understand your frustration with what's happened.

But at the same time, as Michael says, if Apple had changed the name and not connected it to the original FCP, perhaps all Pro's would be thinking about it differently. It's amazing what effect a name can have our perception of a product!

I would suggest for your needs to wait and see what happens. Send Apple direct feedback (polite & constructive feedback!!) on what's missing for your needs and continue working with FCP 7.

:)
Jun 25, 2011
-M
Yes I agree about the name, that's why everyone is calling it iMovie pro, because it's more appropriate. Were upset because we know this means Apple is dropping pro users, it's a fairly major deal.

And yes apple has received two feedback letters from me so far, and I hope they were polite enough :)
Jun 27, 2011
walkerbell
When you use and depend on tools every day its doesn't take a lot to recognize a better or lessor tool,

We are hundreds of thousands of people who make our living with this amazing tool - up to the release of this UNamazing tool - which will make cute youtube and other standalone videos - but this tool is in no way ( even a start of) any part of an integrated set of tools that people will pay us to do great work on, every day, day in day out.

This is NOT version one of a new product for people who make their living editing- this is based on increasing revenue from iMovie users.

Larry Jordan said it best in his manifesto yesterday - i paraphrase the title:

"Dear Apple

Apple does not normally ever comment on future products – though they did this year, prior to WWDC, because they needed to reset expectations. Because of the visibility of this product into an audience that can cause extensive PR damage to Apple, I suggest that Apple break its usual vow of silence and do three things:

1. Immediately return Final Cut Studio (3) to the market. If it is not compatible with Lion (and I don’t know whether it is or not) label it so. But put it back on store shelves so consumers have the ability to work with the existing version until FCP X is ready for prime time.

2. Fund the development of a conversion utility – either at Apple or thru a 3rd-party – and announce the development with a tentative release date.

3. Publicly announce a road-map for FCP X that just covers the next 3-4 months. Apple needs to be in damage control mode and the best way to defuse the situation is to communicate. Answering the question: “What features will Apple add to FCP X, and when?” will go a long way to calming people down.
Jun 27, 2011
Rounik
1. Apparently FCS 3 updates may become available soon. Whether that includes returning the actual product to retail shelves remains to be seen.

2. I don't agree. These are two completely different software systems... Until FCP X has some sort of XML import ability this won't happen. If it does I think it'll be at the detriment of FCP X development/

3. Good idea. Can you see that happening? They don't do this for apps and hardware with much larger userbases than FCP Video editors... why would they start now?
Jun 27, 2011
VibeRoom
Surely with Garageband in the mix, Logic will not see a similar fate... surely.
Jun 27, 2011
-M
I'm sure this applies across the board concerning pro apps
Jun 29, 2011
Beta Website Forum
Imagine Photoshop csx was release without layers and the pen tool, was left out and you could not export to pdf? You could not save anything for CMYK because print is out and digital is in? I think everyone would be jumping ship and looking at alternatives(Gimp maybe).

We don't have 15 years to wait for this software to catch up, we have already waited 2 years.
This software should never have been released with out 3rd party support(ajax,blackmagic),Import and exporting xml,omf.These are a few of the things that make it a Pro app (for me at least) My work flow demands that I export the video for my sound engineer so that we can import to Pro tools(Sound is 90%). I also need to colour correct footage and can't because my third party hardware is not supported.

You can import Imovie projects but you can't import fcp7 projects? That alone tells us it is a pro version of Imovie. If Apple don't tell the public what is happening in the near future everyone is going to jump ship! Our livelihoods are at stake here and we can't carry on guessing! It used to be that if you didn't work on a Mac you where not a Pro, I see that changing. Not only will Pro editors stop using FCPX they will no longer have to purchase expensive Macs to edit.

I agree story telling is most important, it comes before bells and whistle in software. But Pros want to have perfect sound and good colour grading. FCPX can't export sound to 3rd party products(OMF is gone)

Its sad because I really liked FCP7! I am all for change but at least give us the bare essentials so we can continue with existing work flows and grow at the same time. Yes digital broadcast such as Youtube and vimeo etc. is the future, but millions still watch television. And broadcasters are not changing to accommodate Apple

Maybe for the first time a Opensource software will become an industry standard? At least it won't cost $300 to try and seems to have all the features FCPX is missing.

Lightworks will be ready for Mac later this year and is Opensource. At least it won't be a disappoint as there are less expectations.
http://www.lightworksbeta.com/index.php?option=com_content&view=article&id=108&Itemid=247
You must be logged in to post a comment.
Create an Account  Login Now

What is macProVideo.com?

macProVideo.com is an online education community featuring Tutorial-Videos & Training for popular Audio & Video Applications including Adobe CS, Logic Studio, Final Cut Studio, and more.
© 2018 macProVideo.com
a division of NonLinear Educating Inc.
Link